Ação “Municípios contra o Coronavírus” do Instituto Votorantim chega ao final em alguns municípios com bons resultados

Ilhéus (BA), uma das cidades contempladas pelo programa

O Instituto Votorantim conclui o trabalho de assessoria técnica e especializada para o gerenciamento do combate à pandemia em parte das 142 cidades contempladas pelo programa “Municípios contra o Coronavírus”. Dentre os municípios que chegaram ao final do projeto, estão sete municípios apoiados também pelo Arapyaú nesta iniciativa: Bento Gonçalves (RS), Chapecó (SC), Conde (PB) Petrolina (PE), Presidente Prudente (SP) e São Bento do Una (PE), que possuem lideranças RAPS, e Ilhéus (BA), território no qual temos atuação direta.

Os resultados das cinco frentes de trabalho – governança, comunicação, assistência, vigilância e impactos fiscais –, composta por um total de 11 indicadores, estão em fase de levantamento e sistematização. Porém, os resultados parciais já evidenciam que em 5 dos 7 municípios foram registrados avanços em todos os indicadores pactuados. O projeto ainda conta com uma avaliação de impacto em andamento. A sistematização do programa e dos resultados por município será finalizada em outubro.

Ilhéus, localizado no sul da Bahia, também contou com o apoio técnico da consultoria Elo Group para definição de ações de controle do avanço da pandemia. Foram realizados mais de 14 encontros de mentoria técnica com os gestores da prefeitura, que receberam apoio para a construção de um planejamento de ações para mitigar os efeitos da pandemia na cidade. Essas ações envolveram a comunicação com a população, estratégias de mensuração dos impactos fiscais e de retomada das atividades econômicas no município.

Uma decisão importante foi a adoção de um modelo de articulação no gabinete de crise que envolveu gestores das secretarias de Saúde, Comunicação e Desenvolvimento Econômico nas discussões e planejamento, reforçando o diálogo e entendimento necessários para superar os desafios municipais.

O projeto garantiu também o apoio técnico para elaboração dos protocolos referentes aos principais setores econômicos do município. “Conseguimos ampliar o número de segmentos e a mentoria apoiou na elaboração do documento de cada setor, que depois ficaram disponíveis para consulta no site da prefeitura”, explica Adriana Cestari, analista de projetos do Programa Desenvolvimento Territorial do Sul da Bahia e do Programa Cidades e Territórios.

Além disso, por meio de um formulário e QR Code, os cidadãos podem avaliar os estabelecimentos que retomaram as atividades, indicando se estão ou não seguindo os protocolos.

A prefeitura implementou também ações conhecidas como “Corona Blitz”, experiência partilhada pela consultoria Elo Group e que está sendo desenvolvida em outras cidades brasileiras. A ação consiste em barreiras sanitárias em locais estratégicos da cidade para informações, medição de temperatura e testagens rápidas. Em breve, o cidadão poderá, ainda, tirar dúvidas por meio de um número de whatsapp, passando pelas fases de triagem, dúvidas, informações e encaminhamento inteligente e automático para teleorientação e teleconsulta.

Outro produto que resultou da consultoria e apoio técnico à Ilhéus foi o desenvolvimento de painéis para gestão de recursos e informações compiladas do sistema de saúde municipal para tomada de decisões estratégicas. Por fim, o projeto serviu para todos, em especial aos gestores, como uma forma de conhecer outras experiências de cidades brasileiras de enfrentamento aos efeitos da crise.

As cidades atendidas pelo programa foram selecionadas via edital e também por meio de parcerias, como a que o Instituto Votorantim mantém com o Arapyaú. Além disso, a entidade considerou as regiões em que atua e possui investimentos, o que permitiu a alta abrangência da iniciativa.