ADR reúne especialistas em cacau para elaborar propostas para os candidatos ao governo da Bahia

ADR reúne especialistas em cacau para elaborar propostas para os candidatos ao governo da Bahia
Especialistas em cacau que participaram do workshop da ADR. Foto: Arquivo CocoaAction Brasil

A Agência de Desenvolvimento Regional Sul da Bahia Global (ADR) realizou, no mês de junho, em Salvador (BA), um workshop que reuniu especialistas em cacau com o objetivo de elaborar propostas em torno do setor para serem apresentadas aos candidatos ao governo do estado da Bahia. As sugestões se somarão a outras nas áreas de Turismo e Educação em um documento com intenção de influenciar o plano dos 100 primeiros dias de gestão do governador eleito. Esse é o Projeto Eleições, uma das primeiras ações efetivas da ADR na região.

Iniciativa que busca contribuir para uma melhor governança regional nos municípios da Costa do Cacau, a ADR foi criada por um grupo plural, com representantes do setor público, do privado, da sociedade civil e de instituições acadêmicas. O Instituto Arapyaú faz gestão da secretaria executiva da agência como parte da estratégia do instituto de fortalecer institucionalmente a região. A atuação prioritária da ADR é articular ações em quatro eixos principais: educação, meio ambiente e paisagem, infraestrutura e economia.

“Escolhemos as áreas de Cacau e Turismo por serem vocações econômicas da Costa do Cacau, mas que ainda precisam ser bastante trabalhadas. Já a Educação consideramos um ponto básico para qualquer ambição de desenvolvimento territorial. Nosso desejo é que esses três setores atinjam um patamar de excelência”, afirma Ricardo Gomes, gerente do programa Desenvolvimento Territorial do Sul da Bahia do Instituto Arapyaú e presidente interino da ADR.

O documento resultante do workshop em cacau irá mostrar as grandes oportunidades que o setor apresenta, seu potencial de gerar renda aos produtores, desenvolvimento econômico e impacto positivo social e ambiental nas regiões produtoras. Participaram da construção das propostas Instituto Arapyaú, CocoaAction Brasil, IG Sul da Bahia, Centro de Inovação do Cacau (CIC), Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb). “O protagonismo da ADR é mais no âmbito da articulação e na estruturação do documento, aportando conhecimento, expertise e ampliando o repertório. No entanto, os grupos que representam cada setor se configuram em lideranças. A agência funciona como um elo entre a região e os candidatos ao governo”, esclarece Ricardo.